quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Mapas Históricos do Paraná: 1944


Este mapa foi elaborado para ressaltar o território perdido pelo Estado do Paraná com a criação do Território Federal do Iguaçu, em 1943.

Getúlio Vargas assumiu o Governo Federal em 1930 e já no ano seguinte tentou criar esse território federal às custas do Paraná e de Santa Catarina. Entretanto, com a firme reação do interventor no Paraná, General Mário Tourinho, sua criação foi protelada, à espera de melhor oportunidade política. Em consequência, o interventor paranaense foi exonerado.

A explicação do Governo Federal para criar esse território era a urgência para nacionalizar-se a chamada “fronteira guarani”, no oeste.

Em 1943, em plena vigência da ditadura do Estado Novo, Getúlio Vargas concretizou o “Território Federal do Iguaçu”. Na realidade, sua criação ocorreu para que grupos econômicos do Rio Grande do Sul adquirissem extensas glebas de terra, entre outras as que haviam sido retomadas da “Brazil Railway Company”, e iniciassem lucrativos negócios imobiliários. O objetivo principal era orientar o excedente de mão-de-obra agrícola, que já começava a deixar o Rio Grande do Sul para outras unidades da Federação.

Com a queda de Vargas em 1945 e a atuação dos constituintes paranaenses de 1946, esse Território foi extinto. Impedia-se dessa forma a amputação do território paranaense, em benefício de escusos negócios imobiliários.

A população do Paraná, de acordo com o censo de 1940, chegara a 1.236.276 habitantes.

Fonte: ITCG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário