sábado, 9 de janeiro de 2016

Árvore de costados

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Exemplo de árvore com 16 costados de Sigmund Christoph von Waldburg-Zeil-Trauchburg

Árvore de costados é a árvore genealógica que apresenta toda a genealogia ascendente (ascendências paterna e materna) de uma pessoa.
Os pais formam dois costados da pessoa cuja genealogia se estuda, os avós 4 costados, os bisavós 8 costados, os trisavós 16 costados, e assim por diante.
Pelo método Stradonitz, o indivíduo em quem se inicia a representação da árvore (“de cujus” ou “probandus”) tem o nº 1; os pais terão os números 2 e 3; os avós terão os números de 4 a 7, e assim por diante.
Sujeito: nº 1
Pais: nº 2 - 3
Avós: nº 4 – 7
Bisavós: nº 8 - 15
Trisavós: nº 16 - 31
Tetravós: nº 32 - 63
5º avós: 64 - 127
6º avós: nº 128 - 255
7º avós: nº 256 - 511
8º avós: nº 512 -1023
e assim sucessivamente.


Exemplo: Costados de D. Pedro I do Brasil, IV de Portugal.





































































































































































































































































































































































































































































Bibliografia
Mendes, Nuno Canas. Descubra as suas Raízes. Lyon Multimédia Edições. Mem Martins, 1996, pág. 17-20, 50, 97, 99, anexos fig. 1-5. ISBN 972-8275-29-3

Fonte: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário