quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Federação Nacional dos Despachantes de Trânsito apresenta propostas para Diretores dos Detrans de todos os estados do Brasil

A classe dos despachantes de trânsito teve um momento histórico durante o Congresso Brasileiro da AND (Associação Nacional dos Detrans), quando participou da reunião entre os diretores de todos os Detrans do Brasil, que estavam presentes em Foz do Iguaçu.

Everton Calamucci entrega a "Carta de Foz do Iguaçu" para o presidente da AND, Marcos Traad.

O Congresso Brasileiro da AND (Associação Nacional dos Detrans) foi o primeiro evento deste porte já realizado pela AND e aconteceu aqui no Paraná, em Foz do Iguaçu, entre os dias 02 e 03 de Dezembro deste ano. Foi um sucesso de público e de organização e isto deixa bons resultados para o nosso estado, considerando que o presidente da AND é o atual Diretor Geral do Detran/Pr, Dr. Marcos Traad.

Na tarde do primeiro dia do evento (02/12), eu participei do minicurso “Segurança nos processos veiculares nos despachantes” ministrado pelo Coordenador da Área de Veículos do Detran/Pr, Nelson Lambach II. O Detran/Pr apresentou, com riqueza de detalhes, números e informações, o atual projeto em implantação no Paraná, onde o órgão de trânsito aproveita o potencial já instalado da rede de despachantes credenciados. O Coordenador, de maneira consistente, demonstrou que é perfeitamente viável e seguro para os departamentos de trânsito dos estados, considerando o nível tecnológico da atualidade, delegar mais funções para os despachantes de trânsito, para desta forma, ampliar o atendimento às demandas dos cidadãos com relação à documentação de veículos.

Os escritórios dos 930 despachantes de trânsito do estado do Paraná dão capilaridade ao sistema nacional de trânsito, fazendo com que o Detran/Pr chegue fisicamente, com segurança, às portas dos cidadãos paranaenses, em locais, horários e com custos impossíveis para a autarquia oferecer. Atualmente o Detran/Pr possui em funcionamento 101 Ciretrans e 239 Postos de Trânsito conveniados com Prefeituras Municipais. A estrutura própria do Departamento atende 25% dos municípios e os despachantes ajudam a atender o restante do território do estado e ainda, nas grandes cidades, levam os serviços do departamento para os bairros. Num momento em que os governos passam por dificuldades orçamentárias, os despachantes representam uma ótima opção para ampliar a oferta de serviços à população e de quebra, também colaboram para a arrecadação do estado, facilitando os recolhimentos de taxas, impostos e multas.



Outro ponto importante destacado por Lambach é a atual porcentagem de serviços executados pelos despachantes, que em média, manejam em torno de 70% do total de processos realizados pelo Detran/Pr. Isto demonstra que a sociedade aceita e se utiliza amplamente dos serviços personalizados prestados por despachantes.

Também foram apresentadas as demais ações em implantação que melhoraram a estrutura da prestação de serviços pelos despachantes, como os cursos da Escola Pública de Trânsito, a Vistoria Eletrônica, finalização de processos, dentre outros. Ao final, foi possível observar que os colegas de outros estados ficaram impressionados com o relacionamento entre Detran/Pr e Despachantes, que a meu ver (as verdades devem ser ditas) foi construído com muito esforço pela atual diretoria do Sindepar – Sindicato dos Despachantes do Paraná através do lema “sindicalismo de resultados”.

No final do dia 02/12, os delegados e integrantes da diretoria do Sindepar participaram da reunião da Fenadesp (Federação Nacional dos Despachantes de Trânsito) junto com despachantes de outras unidades da federação, com o Presidente da Fenadesp, Everton Calamucci e o Presidente da AND, Marcos Traad. Ao final da reunião foi redigido um documento, denominado “Carta de Iguaçu”, para ser apresentado e entregue no dia seguinte aos diretores dos Detrans do Brasil, respondendo à seguinte questão: “O que os despachantes de trânsito esperam dos Detrans?” e ouvir dos Diretores “o que os Detrans esperam dos despachantes de trânsito?”.

Everton Calamucci participa da reunião dos Diretores de Detrans de todo o Brasil


Na manhã do dia 03/12, a AND (Associação Nacional dos Detrans) realizou um debate inédito com instituições representativas de classes que se relacionam com os Detrans na prestação de serviços de veículos e habilitação. Em minha opinião, este foi um momento épico para os despachantes de trânsito, pois o Presidente da Fenadesp, Everton Calamucci, teve a oportunidade de apresentar o modelo paranaense do projeto de renovação da classe de despachantes de trânsito e entregar a “Carta de Foz do Iguaçu”, para todos os diretores de Detrans do Brasil, que estavam presentes no evento. Nossa proposta foi questionada por vários diretores e o Everton foi bem sucedido na defesa do nosso modelo. Este foi um primeiro passo de uma longa jornada que estamos iniciando, uma verdadeira cruzada deverá ser realizada pelo Brasil afora para fortalecer nosso espaço no mercado. Isto demonstra que estamos no caminho certo e que precisamos aparar o mais urgente possível, nossas arestas internas, para continuarmos avançando com o Projeto Novo Dia.

Fontes (clique para acessar):








Para saber mais, veja também:

Para expressar sua opinião sobre o conteúdo deste artigo, deixe uma mensagem abaixo. Conte se gostou, não gostou, ou se encontrou algum erro no artigo.

7 comentários:

  1. Anônimo10:50 AM

    Bom dia muito boa sua iniciativa é bom ler as noticias atravez de um porta vóz da classe tomara que ampliem mais
    nossos serviços.
    FELIZ NATAL
    ENIO VALDIR HENN

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Ênio. Obrigado pelas palavras e um Feliz Natal para você também.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo11:42 AM

    Bom Dia...
    Muito Bom.
    Feliz Natal e Ano novo a todos.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, e Feliz Natal e Ano para você também.

      Excluir
  4. Eu não comentei no texto, mas contamos com a presença dos representantes dos despachantes de trânsito do Rio Grande do Sul. Inclusive o companheiro João Aurélio que está na foto da entrega da Carta de Foz do Iguaçu ao presidente da AND, Marcos Traad. Vou reproduzir a seguir a resposta que ele me enviou por e-mail:
    Bom dia colega Felipe.

    Muito oportuno e esclarecedor teu mail no sentido de dar ênfase ao enorme significado para nossa categoria, a participação neste grandioso e concorrido evento da AND em FOZ DO IGUAÇU. Demonstra que uma categoria unida em torno de propósitos bem definidos e com boas lideranças conquistam objetivos maiores. O número relevante de participantes de vários segmentos e também a presença da maioria dos diretores dos Detrans do País, que demonstraram interesse pelas propostas apresentadas através da Carta de Foz do Iguaçu, foi um resultado extraordinário para os despachantes brasileiros. Mas o trabalho deve ser contínuo. Parabéns pela iniciativa e agradeço pelo envio. Aproveito a oportunidade para desejar uma Natal em harmonia no convívio dos que são importantes e um novo cheio de realizações pessoais e profissionais. SAÚDE E PAZ. Um abraço

    João Aurélio

    Um forte abraço companheiro João Aurélio.

    ResponderExcluir
  5. Gilmar Walter Eggers1:02 PM

    Parabéns Felipe. Ótimo texto resumindo o ocorrido no Congresso da AND. Eu sinceramente só espero que tudo o que tem sido prometido comece a tomar forma, pois como todos sabemos a situação não está fácil para ninguém e é através dessas melhorias, desses projetos que conseguiremos vencer a crise. Os DETRAN's têm que compreender de uma vez por todas que somos seus colaboradores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Gilmar! É com a união de todos os despachantes que iremos prosseguir com o projeto do Sindepar. E você é um dos nossos guerreiros! Um Feliz Natal e Ano Novo.

      Excluir