quinta-feira, 30 de julho de 2015

Nove praças de pedágio da BR-040 começam a cobrar novas tarifas

Oito praças de pedágio ficam em Minas Gerais e uma em Goiás.
Aumento baseado na inflação foi de 37,12%.


Fernando Moreira
Esmeraldas, MG


A partir desta quinta-feira (30), os motoristas vão pagar pedágio no trecho da BR-040 entre Brasília e Minas Gerais. Já no primeiro dia de cobrança, o preço do pedágio teve um reajuste de quase 40%.

Quem pegou a BR-040 se surpreendeu: nove postos de pedágio começaram a cobrar dos motoristas que viajam entre Juiz de Fora, Minas Gerais, e Brasília. “Pedágio muito caro, para quem faz esse caminho aqui quase umas três vezes na semana, vai ficar pesado", diz o autônomo Wellington Valério da Costa. O pedágio faz parte do contrato que passou a administração da estrada para iniciativa privada no ano passado. A expectativa é que melhore o caminho e aumente a segurança de quem passa pela estrada que tem trechos com pista simples, falta sinalização e acostamento precário.

Para começar a cobrar pedágio, a concessionária precisou fazer apenas 10% dos investimentos previstos no contrato. Das nove praças que começam a cobrar o pedágio nesta quinta-feira, oito estão em Minas Gerais e uma em Goiás. Outros dois postos em Minas Gerais só vão operar depois de uma vistoria da Agência Nacional de Transportes Terrestres, a ANTT.

Os preços já começam mais caros que o valor inicial, quando a governo federal assinou o contrato com a concessionária. O aumento foi de 37,12%. Segundo a ANTT, o reajuste foi baseado na inflação (21,08%) e na perda de arrecadação com a lei que beneficia os caminhoneiros (13,25%).Clique aqui para mais informações.
Quando o caminhão está vazio, alguns eixos ficam levantados, e o motorista ganha desconto no pedágio. Ele só paga pelas rodas que estão no chão, ou seja, quando os caminhões estão transportando cargas. Um incentivo que foi dado pelo governo federal para aliviar os custos da viagem. Com a lei do caminhoneiro, a ANTT alega que elas estão recebendo menos que o previsto em contrato.
Na rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, o reajuste passa a valer a partir de sábado (1º). O aumento vai ser de 16,51% também por causa da inflação e para cobrir os gastos com a isenção dos caminhoneiros.


Fonte: Jornal Hoje


Nenhum comentário:

Postar um comentário