quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

ELEIÇÕES SINDICAIS - Apresentação da Chapa Renê Rodrigues "Pereira"


Curitiba, 10 de fevereiro de 2014
ELEIÇÕES SINDICAIS

Colega despachante        

Conforme publicado no Diário Oficial do Estado dia 30 de janeiro último, em 28 de março próximo haverá eleição da nova diretoria do SINDEPAR para o quadriênio 2014/2017. De acordo com o Estatuto Social, poderão votar e ser votados todos os filiados em dia com suas obrigações sociais e com mais de seis meses de filiação. 

Assim como eu, seguramente você também entende que a administração da nossa entidade deve obedecer o mais alto espírito   democrático da transparência e participação de todos, além da  saudável e necessária alternância do poder. Como se sabe, no Brasil, Estados Unidos e em outros países democráticos, suas constituições não permitem que seus executivos públicos com mandato eletivo sejam reeleitos consecutivamente,  mais  de uma vez.  Dentro desse princípio, nosso primeiro Estatuto Social, em seu § 1º - do Art. 25º, estabelecia que “A mesma Diretoria poderá ser reeleita consecutivamente apenas uma vez”.  

Por isso, eu e um grupo de amigos, no final relacionados, com elevado grau de responsabilidade, registramos uma chapa para concorrer no pleito eleitoral para, com seu voto e posterior apoio durante a gestão, dirigirmos os destinos do SINDEPAR nos próximos 4 anos. Além dos nomes que compõem a chapa, contamos também com a solidariedade e a retaguarda de outros respeitados profissionais despachantes da capital e do interior.      

Gostaria de lembrar que eu e boa parte deste colegiado, já tivemos a oportunidade de dirigir o SINDEPAR entre 2001 e 2006. Naquela ocasião, talvez alguns não se recordem, quando assumimos, a entidade encontrava-se em situação pré-falimentar, cujas dívidas somavam mais de R$ 140.000,00, muitas delas já em fase de execução judicial.  Mas, com trabalho determinado, o auxilio direto de outros colegas não diretores, união, estímulo e apoio de associados de todo o Paraná, conseguimos reestruturá-lo administrativamente. Pagamos todas as dívidas, investimos na reforma interna da sede, iniciamos o processo de informatização, com a compra de equipamentos e implantação de sistema e adquirimos um veículo 0 km para uso do SINDEPAR. Ao final da gestão, ainda deixamos para a diretoria que nos sucedeu uma disponibilidade líquida de mais 190.000,00 reais.  Lembro também que, em nosso mandato, com um trabalho paciente porem perseverante junto à procuradoria geral do estado, conseguimos recuperar uma das mais importantes fontes de serviço dos despachantes, ou seja, o  Primeiro Emplacamento, ao ser  desfeita a terceirização desse serviço  para um escritório “laranja” denominado DPS, da FENABRAVE. Para quem não lembra, esse escritório tinha posse de cédulas em branco que as usava para fazer primeiro registro e licenciamento, da forma como lhe convinha. Sem contar que, logo no início do nosso mandato, com a ajuda de lideranças de colegas de Foz do Iguaçu, Ponta Grossa, Maringá, Londrina, Guarapuava, Pato Branco, entre outros, conseguimos mobilizar grande número de despachantes na Assembléia Legislativa, graças aos quais conseguimos anular na origem o início de um processo de terceirização da área de documentação de veículos que seria repassada à ANOREG.    

Foram trabalhos dos quais todos os que participaram devem até hoje se orgulhar, mas consideramos isso coisa do passado.

Temos ciência de que agora os tempos são outros e a dinâmica da evolução natural das coisas, aliada ao avanço da tecnologia e mudanças nas políticas governamentais, quase sempre irreversíveis, requerem novas ações ajustadas à realidade atual. Hoje, mais do que nunca, entendemos que o mercado de trabalho continua existindo, porem não mais para ser operado com os métodos de antigamente. Todo esse avanço exige modernidade na forma exercermos nossa profissão. E, com ele, os desafios são iminentes. Entretanto, através do entendimento, sempre agindo com equilíbrio e a partir de fatos concretos, podemos obter avanços e chegar a eficazes e definitivas soluções, às vezes de maneira simples, sobre questões aparentemente complexas, ao invés de tornar complexas e só fazer alarde sobre questões muitas vezes simples.

Há o exemplo do sistema de vistorias (Resoluções CONTRAN 282 e 466) até agora muito discutido e em nada definido. Julgamos que casos como esse devem ser trabalhados em absoluta sintonia com o DETRAN e demais órgãos pertinentes, sempre dentro de uma natural ordem hierárquica. Com firmeza, mas sem confronto, com certeza,  alcançaremos o melhor para os profissionais despachantes.  Aliás, a sabedoria costuma dizer que debaixo das grandes dificuldades se escondem as grandes oportunidades. Não tenhamos receio. Temos consciência que desafios  virão, mas estamos preparados e, acima de tudo, motivados para enfrentá-los.

Para tanto, além da experiência de pessoas do nosso mandato anterior, o grupo conta com novos nomes dispostos a cumprir a nobre e despretensiosa missão de, somando ainda com serviços de pessoas  capacitadas e legalmente contratadas e mediante remuneração justa,  fazer uma gestão, quem sabe,  histórica para a nossa classe.

Em breve dias estarei novamente dirigindo-me a você para apresentar as linhas básicas do nosso projeto de trabalho. Para isso, convido-o a vir somar conosco, manifestando sua confiança, compartilhando do nosso entusiasmo e apresentando idéias que, esteja certo(a),  serão analisadas com carinho pela nossa equipe.

 Fico aguardando seu contato que, se preferir, será mantido em sigilo. despachanterenepereira@bol.com.br

Quero dizer que, por falta de recursos e por não usar a estrutura do SINDEPAR, não tenho como fazer-lhe uma visita pessoal. Por isso a internet é o meio mais eficaz e econômico que tenho para me dirigir a você. Conto com sua compreensão.

Espero, enfim, uma vez por você escolhido e iluminado pelo nosso Ser Superior, fazer uma gestão de sucesso, cujos méritos certamente serão de todos, e ao final da qual possamos entregar a uma futura diretoria nosso SINDEPAR mais engrandecido, respeitado e prestando os melhores serviços.          


                            Muito obrigado

                   Renê Rodrigues Pereira

Francisco Cláudio Zeferino – Jair Ribeiro de Camargo –   – Newton Cesar de Melo Garcia – Paulo Roberto de Azevedo – Anivaldo Santos Pereira – Ozeli Aparecida Ceccon Camargo – Jamir Pellanda – João Carlos Werle – Wanderson Rocha – Evandro Dallabona – Maria da Silva Chilante – Loreci Machado – Marcelo Luiz Pelanda – Vera Lucia de Castro Machiavelli – Alvimar Peres – Luiz Carlos Lass – Neri Ribeiro de Camargo – Mauro José Burda – José Gaudeda – Daniel Viana.

Despachante Nivaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário