sexta-feira, 5 de abril de 2013

Servidores do Detran-PR entram em greve por tempo indeterminado

Segundo o sindicato, órgão não cumpriu acordo sobre encargos especiais.
Detran nega e afirma que serviços essenciais serão mantidos.


Os servidores do Departamento de Trânsito (Detran) do Paraná anunciaram que a partir das 8h de sexta-feira (5) entrarão em greve por tempo indeterminado. Segundo o sindicato da categoria, alguns serviços como transferência de veículo, renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), realização de exames teóricos e técnicos podem ser comprometidos com a mobilização.

Os despachantes, centros de formação de condutores, fabricantes de placas e clinícas médicas credenciadas atenderão normalmente.

O vice-diretor jurídico do Sindicato dos Servidores do Detran, Arnaldo Nenom, afirmou que um dos motivos que levaram à greve foi a quebra de um acordo feito entre a instituição e os servidores.

Nenom afirmou que o reajuste dos encargos especial referente ao mês de março não foi pago. “Eles pagaram janeiro e fevereiro. O pagamento de março não aconteceu no inicio do abril”, explicou. O vice-diretor citou ainda a condição de trabalho como motivadora da mobilização. Na avaliação dele, o aumento no valor das taxas cobradas pelo Detran deveria ser revertido em melhorias nas unidades do Ciretrans e postos de atendimento. A categoria pede também realização de concurso público para ampliação do quadro de funcionários.

Em todo o estado, são 800 servidores filiados ao sindicato mais cerca de 1.000 estatutários. “Pela pesquisa eu nós fizemos a adesão deve ser de 90%”, disse Nenom.

Em contrapartida, a direção do Detran, por meio de nota oficial, informou que cumpre o combinado.
“Os acordos firmados foram rigorosamente respeitados e o pagamento do reajuste de encargos especiais em 60% cumpre exatamente o que ficou determinado pela Lei aprovada em janeiro deste ano”, diz trecho da nota. O Detran informou também que já adotou as medidas judiciais cabíveis questionando a legalidade do movimento e que preparou um plano de contingência para evitar maiores problemas aos usuários.

Serviços
Segundo o Detran, os serviços considerados essenciais devem ser mantidos. Os online, oferecidos pelo sistema Detran Fácil, e a emissão automática da CNH definitiva serão feitos normalmente. Na nota, o órgão afirmou que os cursos de reciclagem também devem continuar. Para o Detran, os serviços de veículos devem ser os menos prejudicados uma vez que 85% da demanda é resolvida em despachantes.

Fonte: G1
http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2013/04/servidores-do-detran-pr-entram-em-greve-por-tempo-indeterminado.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário