sábado, 13 de abril de 2013

Nota de Repúdio - Sindicato dos Servidores do Detran/Pr

O SISDEP repudia as declarações dadas pelo diretor geral do Detran-PR na intranet sobre o movimento grevista.

Primeiro, declarar que esta entidade sindical desrespeita a justiça e os cidadãos paranaenses é uma afronta a conduta adota pelos dirigentes do SISDEP que priorizou manter negociação com o governo desde de 2009 e que não avançou em quase nada na Gestão do Sr Governador Beto Richa, como declara o Diretor Geral Marcos Elias Traad.
 
Segundo, declarar que a gratificação por encargos especiais esta em dia, não condiz com a realidade dos fatos. A lei que determina o pagamento da gratificação vale desde 02 de janeiro de 2013. A Diretoria Geral se quer apresentou em nenhum momento uma regulamentação da lei. Não houve o pagamento referente a janeiro, no pagamento de fevereiro houve desconto de previdência, já em março não houve calculo de previdência sobre a gratificação oque não da certeza alguma a categoria que a lei esta sendo corretamente aplicada.
 
Terceiro, o diretor insiste em dizer que os servidores pertencem a um quadro geral do estado e que não pertencem ao Detran, ora, isso é uma das reivindicações da categoria desde 2009, para que se crie um quadro próprio para o Detran-PR facilitando assim que se abra um concurso especifico para a categoria, como o concurso que foi promovido em 2005, onde todos fizeram uma prova e que se fossem aprovados seriam lotados no Detran-PR, não no tal quadro geral em que ele se orgulha de dizer.O diretor Marcos Elias Traad deveria ser o primeiro a defender um quadro próprio para os Servidores que ele comanda e não vir a publico dizer que isso seria inconstitucional, pois, se assim esta fazendo esta andando na contra-mão do Governo Richa em geral, que a poucos meses criou um quadro próprio para a Autarquia Adapar e na lei sancionada pelo Governador Beto Richa, prevê que os servidores que pertencem ao quadro geral como agentes de execução seriam transferidos ao novo quadro. Dizer ainda que esta mantendo tudo que foi acordado com a diretoria do SISDEP sobre o estudo do quadro próprio não é verdadeiro, pois, o acordo foi que a partir de 15 de janeiro de 2013 ocorreriam reuniões semanais as terças feiras, não houve mais de 3 reuniões desde o acordo. O assunto que envolve o quadro próprio é conhecido antigo da diretoria do Detran-PR que não da atenção devida ao assunto. Éste mesmo assunto, já é conhecido também do Lider de Governo na Assembléia Legislativa, Ademar Traiano que em uma de suas entrevistas, divulgada na AEN Agencia Estadual de Noticias na data de 01/11/2011 afirmou quando do reajuste das taxas de serviços do Detran-PR que parte do reajuste seria para ampliação de um novo quadro de servidores, reaparelhamento do órgão e assim por diante conforme link para verificação http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=66323&tit=Taxas-do-Detran-vao-ampliar-investimentos-em-seguranca-publica.
 
Quarto, sobre melhorias nos espaços físicos. A entidade sindical em nenhum momento recebeu projetos de ampliação de ciretrans e assim por diante, o que se vê são mudanças de mesas de um lado para outro continuando assim as condições inapropriadas para atendimento.
 
Quinto, insalubridade recebida pelos vistoriadores. Vamos lembrar que a entidade sindical aceitou sim, uma proposta para reavaliação da insalubridade em 2012, porém, a licitação para empresa fazer o levantamento até agora não foi efetivada e não chegou ao conhecimento do SISDEP de forma oficial. Observamos ainda que vistoriadores estatuários, aqueles que prestam concurso público para trabalhar no estado recebem como insalubridade R$ 40,00 enquanto servidores com cargo em comissão, aqueles que tem indicação política recebem R$ 120,00 para desempenhar a mesma função. A entidade sindical não entende o por que desta distinção.
 
Esperamos que o Governo trate os servidores e usuários dos serviços do Detran-PR com respeito e não com declarações falsas de que esta tudo em ordem. O Detran-PR tem alta arrecadação e não investe como deveria no órgão para dar mais tranquilidade a população que espera as vezes horas para um atendimento.
 
Fonte: Sisdep.

Nenhum comentário:

Postar um comentário