quinta-feira, 4 de abril de 2013

Ciretran de Guarapuava, órgão ligado ao Detran do Paraná ainda não decidiu se irá aderir a greve da categoria que inicia nesta sexta-feira (05) em todo Estado. Uma reunião na tarde de hoje, junto ao sindicato, vai discutir a participação do órgão da cidade na manifestação.


Ciretran de Guarapuava, órgão ligado ao Detran do Paraná ainda não decidiu se irá aderir a greve da categoria que inicia nesta sexta-feira (05) em todo Estado. Uma reunião na tarde de hoje, junto ao sindicato, vai discutir a participação do órgão da cidade na manifestação.

Porém, um informe já foi distribuído nas auto escolas do município já informa a adesão de parte dos funcionários. Os que ficarem de fora continuarão apenas com trabalho interno. Outra informação do comunicado são os exames que já haviam sido marcados, eles serão cancelados caso exista a greve. Apenas os processos que tem prazo apertado de validade é que terão a realização das provas.

O Sindicato dos Servidores do Detran do Paraná(SISDEP), que defende os direitos e interesses dos integrantes reivindica, entre os principais pedidos, o pagamento dos encargos especiais regulamentado e reajustado, novo concurso, melhorias de espaço físico e equipamentos e condições de trabalho, descompatibilizar GIRCE/GEBET, reajuste e regulamentação GEBET, reajuste da Insalubridade e a criação de um quadro próprio.

Alguns serviços essenciais e urgentes serão mantidos nas ciretrans, como a liberação de veículos apreendidos, processos de veículos que envolvam serviços emergencial (policia, ambulância), 1º registro de veículos, exames práticos para processo de 1º habilitação que estejam vencendo em trinta dias, recebimento e devolução de CNH suspensa, e também, a renovação de CNH vencida há mais de trinta dias.

A greve será por tempo indeterminado, até que as partes envolvidas entrem em acordo.

Fonte: RSN
http://www.redesuldenoticias.com.br/noticia.aspx?id=51010

Nenhum comentário:

Postar um comentário