sexta-feira, 22 de março de 2013

Amocentro dá início ao processo de declaração de estado de emergência

Reunião com a chefia da Defesa Civil definiu passos a serem tomados

Uma comissão da Amocentro (Associação do Municípios do Centro do Paraná) se reuniu na tarde desta quinta feira (21), com o comando da Defesa Civil de Guarapuava para discutir a possibilidade de decretação de estado de emergência nos municípios da região. Segundo a comissão, as chuvas ocasionaram grandes danos principalmente na agricultura, principal atividade dos municípios. “Em toda a região temos cerca de 200 mil hectares de lavouras de soja, estimamos uma perda de quase 30 mil hectares, é quase tamanho de um município como Pitanga” explica o membro da comissão, Valter Poleto Júnior.
Além da reunião com o capitão Jorge Augusto e o major Anderson Willians de Souza Cortês, do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil , que auxiliaram a comissão com orientações sobre os aspectos técnicos e documentação. Os representantes da Amocentro irão se reunir, ainda esta tarde, com membros do DERAL e da SEAB para que haja a comprovação por meios de laudo dos danos causados pelas chuvas.
Segundo o presidente da Amocentro, Marcos Seguro, a reunião com as entidades busca acelerar o processo de documentação necessária para que haja o pedido de decretação do estado de emergência. Já nesta terça feira os municípios afetados começarão a preencher o NOPRED (Notificação Preliminar de Desastre) um dos documentos necessário.
Ainda de acordo com Seguro, cada município entrará com um pedido de estado de emergência, contudo, a associação usará sua força política para acelerar o processo com o governo estadual. “Já na terça feira estaremos em uma reunião em Curitiba, e lá conversaremos com o governador para termos isso o quanto antes” comentou Marcos Seguro.
 
Fonte:
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário