segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Crimes eleitorais em Guarapuava e região mobilizam a polícia

Houve prisões por troca de votos por combustível, cesta básica e boca de urna

Apesar da aparente tranquilidade, as polícias Militar e Federal tiveram intenso trabalho para averiguar denúncias de crimes eleitorais na região. Duas delas terminaram em prisões em Guarapuava. Também houve irregularidades em Turvo, Cantagalo e Palmital. O crime mais grave foi descoberto pela Polícia Federal. Agentes federais prenderam duas pessoas por tentarem trocar vales de combustível em nome de candidatos por volta de 12h. Os crimes ocorreram em um posto na avenida Moacir Júlio Silvestre, Centro da cidade. Agentes federais encontraram no estabelecimento uma lista de políticos que disputavam a eleição com os respectivos valores que eram abastecidos. Os motoristas detidos irão responder por corrupção eleitoral. Três carros foram recolhidos.
Ainda em Guarapuava, a Polícia Militar prendeu um cabo eleitoral por fazer boca de urna no Colégio Manoel Ribas durante a manhã. Ele distribuía santinhos aos eleitores.
Em Turvo, uma pessoa foi detida por transporte irregular de eleitores. O fato foi denunciado por uma das coligações que concorrem ao pleito. Na cidade, também houve a prisão de outras duas pessoas, uma que distribuía e a outra que recebia cesta básica em troca de voto. Agentes federais conduziram todos à Delegacia da PF em Guarapuava.
Em Cantagalo, policiais militares prenderam um cabo eleitoral por distribuir santinhos em um dos locais de votação, o que é considerado boca de urna. Em Palmital, outras duas foram detidas pelo mesmo crime.


Fonte: Diário de Guarapuava

Nenhum comentário:

Postar um comentário