sexta-feira, 30 de março de 2012

Fatos antigos: PSDB de Turvo fica os “tucanos” de origem; Onézimo é o presidente


Após um imbróglio político patrocinado pela dissidência de um membro da equipe administrativa do município de Turvo, o PSDB retomou o voo em direção do “ninho tucano” de origem. Para isso, foi preciso que o prefeito Marcos Seguro e lideranças antigas do PSDB pedissem interferência do governador Beto Richa e do deputado estadual e presidente da Assembleia do Estado, Valdir Rossoni. “O governador e o deputado entenderam o valor do nosso trabalho e o PSDB ficou com a gente”, disse o atual presidente da Comissão Provisória, Onézimo Ferreira.

O impasse começou quando Sidney Santana Fiuza, o Banana, foi dispensado da equipe da Prefeitura depois de passar pelas secretarias do Meio Ambiente e de Obras. Banana, que era do PSB – partido que compôs a coligação que elegeu Marcos Seguro e que hoje deixou a base situacionista -, por causa do deputado Bernardo Carli, tentou chamar para si a Comissão Provisória do PSDB, mesmo à revelia dos membros e do próprio Diretório Estadual.

De acordo com informações, Banana compôs uma Comissão provisória ilegítima com declarações de pessoas que, comprovadamente, não assinaram a adesão. “O PSDB de Turvo tem uma história que foi respeitada pelo governador porque não havia motivo nenhum para ser destituído e mudar de mão”, afirma Onézimo.

Fundado em 1993 o partido já elegeu cinco vereadores desde as eleições de 2000. Atualmente, compõem a equipe de Marcos Seguro tendo o cargo de vice-prefeito (Carlos Schneider), chefia de gabinete (Onézimo), Secretaria de Obras (Pedro Noadir) e o vereador José Osvaldo de Meira).

Para o prefeito Marcos Seguro, o retorno da Comissão Provisória do PSDB para os “tucanos” de origem marca o reconhecimento da cúpula “tucana” no Paraná. “O governador Beto Richa entendeu o nosso companheirismo, o trabalho do PSDB para as suas eleições e o partido continua compondo a nossa base política”, afirmou. “O governador entendeu a liderança política do nosso prefeito”, emenda Onézimo.

COMISSÃO PROVISÓRIA

Onézimo Ferreira (presidente), Carlos Schneider, José Osvaldo Meira.

Fonte: Blog de Cristina Esteche.


Nenhum comentário:

Postar um comentário